Hemibalismo-hemicoreia

Identificação: MT, 70 anos, masculino, pardo, natural e procedente de Salvador, caminhoneiro, casado, católico.

Queixa principal: “Tremor em membro superior direito e fala embolada há oito dias”.

História da moléstia atual: Paciente refere que vinha bem, quando há oito dias cursou com episódio súbito de movimentos involuntários em membro superior direito, associado a sialorreia e disartria. Evoluiu com perda da “sustentabilidade” da mão direita associado a parestesia caracterizada por formigamento em membro superior direito e disfagia. O movimento involuntário era constante no membro superior direito. Em tempo, apresentava tremor no hemilábio direito de forma intermitente (várias vezes ao dia, 1-2min cada). Relata piora do quadro durante a noite, prejudicando o sono.

Interrogatório sistemático: Nega cefaleia, perda ponderal, febre, astenia e dispneia e outros sinais e sintomas questionados.

Antecedentes médicos: Cirurgia abdominal pós trauma (queda de muro) há mais de 20 anos. Portador de DM tipo II, em uso irregular de Metformina. Nega HAS, CA, AVC.

Antecedentes epidemiológicos: Epidemiologia negativa para Chagas. E positiva para esquistossomose. Não tem contato com animais.

Antecedentes familiares: Pai falecido pós AVC aos 50 anos. Mãe e 2 irmãos com DM.

Hábitos de vida: Etilista crônico há 50 anos, cerca de 10-20 garrafas de cerveja por semana. Nega tabagismo e uso de drogas ilícitas. Sedentário.

Exame físico:

Geral:  BEG, LOTE, afebril, eupneico, acianótico, fácies atípicas, sialorreico.

Dados Vitais: FC: 92bpm; FR: 16ipm; PA: 150X90 mmHg .

Cervical: Linfonodos cervicais não palpáveis. Mobilidade cervical preservada.

Aparelho respiratório, cardiovascular e abdome: sem alterações.

Extremidades: Bem perfundidas, edemas de MMII +/IV, simétrico, compressível.

Neurológico: Vigil, lúcido e orientado no tempo e no espaço. Cognição aparentemente preservada. Disártrico. Pupilas isocóricas, fotorreagentes, movimentação ocular extrínseca preservada. Sem comprometimento de demais pares cranianos. Sensibilidade superficial e profunda preservada. Tônus muscular com discreta hipotonia em MSD. ROT grau 2 simetricamente, FM V/V em todos os grupos musculares. Presença de movimentos involuntários em hemicorpo direito, mais intenso em MSD. Discreta disdiadococinesia no teste de alternância dos dedos em MSD. Equilíbrio e Marcha: Tendência a queda sem lado preferencial, com base alargada, passos curtos e arrastados.

Exames complementares:

  • Exames laboratoriais (06/09/2016): Hb: 12,6; Ht: 36,2%; Leuco: 9700; Pl: 320.000; Glicemia Jejum: 430; HbA1c: 14,6%; Ac. úrico: 5,3; Ur:37; Cr: 1,3; CPK: 199; BT: 0,94;  BD: 0,55; BI:0,39; TGO: 28; TGP: 17; FA:144; GGT: 74; Mg: 2,4; K: 4,4; Ca: 9,2; PT: 7,9; ALB:3,9; Glob: 4; Na: 137; PCR:5,9; Lactato: 1,3.

 

  • TC de crânio:

 

Área hiperdensa em topografia de núcleo lentiforme a direita, sem efeito de massa.

                                                                     

  1. Qual o diagnóstico mais provável?
  2. Qual tratamento indicado?

Respostas:

  1. Hemibalismo-hemicoreia em estado hiperglicêmico não cetótico.

        O diabetes melito, especialmente quando descompensado, pode culminar em várias complicações neurológicas, sendo o desenvolvimento de movimentos involuntários uma das formas mais raras. A gênese dos movimentos balísticos pode estar relacionada a uma redução na atividade palidal pela lesão nos núcleos subtalâmico, caudado e putâmen, com consequente perda na inibição talâmica e uma superativação da via direta. Exames de imagem descrevem mais frequentemente hiperdensidade (TC) ou hiperintensidade (ressonância magnética em T1) no território do ramo lateral estriatal da artéria cerebral média. O prognóstico dessa síndrome é bom, com o controle dos níveis glicêmicos sendo muitas vezes suficiente para a melhora do quadro.

  1. Controle glicêmico rigoroso com insulinoterapia.

LAN - Liga Acadêmica de Neurologia 

Deixe seu comentário


COPYRIGHT 2016 - @e-sanar
@2016 - Todos os direitos reservados - Av. Prof. Magalhães Neto, 1856 - Pituba, Condomínio Edifício TK TOWER, Sala 1403, CEP 41810-012, Salvador-BA - Brasil Tel: 71 3497-7689

Parceiros